Oferecimento:
4 dicas para aumentar a vida útil dos pneus do seu carro
30/08/2016 19:05:24
Por Fernanda Bollis
Ter um pneu de boa qualidade sem dúvida é importante para o bom desenvolvimento do veículo, mas de nada adianta ter pneus maravilhosos e não saber cuidar. Suas atitudes influenciam diretamente na vida útil deles.
Boa parte dos usuários não sabe, mas alguns ‘costumes’ na direção impactam no desgaste e na durabilidade dos pneus, trazendo riscos à segurança, danos e prejuízos em outras ‘áreas’ do automóvel. Portanto, cuidar bem desse item, significa economizar com peças e manutenção, evitando gastos com reparações surpresas e a troca precoce de equipamentos. Confira algumas dicas:
1 -INSPEÇÃO VISUAL
Verificar a profundidade dos sulcos, que não pode ser inferior a 1,6 milímetro; olhar se não há nenhum objeto preso, como um prego, por exemplo; se a válvula de escape está devidamente fechada com a tampinha e se o costado (parte onde estão escritas as especificações do pneu) não está ressecado e se tem boa aparência.
 2 – CALIBRAGEM
Calibrar os pneus (sempre frios) quinzenalmente, tendo rodado pouca quilometragem antes da calibragem. Um pneu calibrado com 50% de pressão a menos que o recomendado pela montadora desgasta 60% mais rápido. A calibragem correta do pneu deve ser conferida no manual do carro.
3 – RODÍZIOS DOS PNEUS
Realizar o rodízio dos pneus a cada 5.000 quilômetros, incluindo o estepe quando possível (o pneu sobressalente deve ter exatamente as mesmas características dos demais pneus do veículo)
4 – FRENAGENS E ACELERAÇÕES
O motorista deve ficar atento à própria atitude na direção. Seja um condutor cuidadoso com o veículo e mantenha a manutenção em dia. Dirija dentro do limite de velocidade, sem frenagens ou acelerações bruscas. Reduza a velocidade quando estiver fazendo algum tipo de manobra, como curvas. Além disso, não rode com o veículo sobrecarregado de peso. Exceder a quantidade de carga permitida no veículo aumenta o risco de danos à estrutura interna dos pneus, reduzindo significativamente a vida útil deles.
Vale lembrar que é indispensável que, após o rodízio de pneus, seja feito o alinhamento que corrige a tendência do veículo de se deslocar para um dos lados, mantendo o carro em linha reta, e o balanceamento evitando trepidações no volante. Rodas alinhadas e balanceadas reduzem o desgaste desigual dos pneus.
Para elaborar essas dicas o Gazeta Online conversou com um dos gerentes da Goodyer, Fabrice Weisgal.